Ir para o conteúdo principal

Distribuição de Aplicativos

Visão Geral

To distribute your app with Electron, you need to package and rebrand it. To do this, you can either use specialized tooling or manual approaches.

With tooling

You can use the following tools to distribute your application:

These tools will take care of all the steps you need to take to end up with a distributable Electron application, such as bundling your application, rebranding the executable, and setting the right icons.

You can check the example of how to package your app with electron-forge in the Quick Start guide.

Distribuição manual

With prebuilt binaries

To distribute your app manually, you need to download Electron's prebuilt binaries. Depois disso, a pasta contendo seu aplicativo deve ser renomeada para app e colocada dentro do diretório de recursos (resources) do Electron como mostrado nos seguintes exemplos.

NOTE: the location of Electron's prebuilt binaries is indicated with electron/ in the examples below.

No macOS:

electron/Electron.app/Contents/Resources/app/
├── package.json
├── main.js
└── index.html

No Windows e Linux:

electron/resources/app
├── package.json
├── main.js
└── index.html

Then execute Electron.app on macOS, electron on Linux, or electron.exe on Windows, and Electron will start as your app. The electron directory will then be your distribution to deliver to users.

With an app source code archive

Instead of shipping your app by copying all of its source files, you can package your app into an asar archive to improve the performance of reading files on platforms like Windows, if you are not already using a bundler such as Parcel or Webpack.

Para usar um arquivo asar para substituir a pasta app, você precisa renomear o arquivo para app.asar e colocá-lo dentro da pasta de recursos do Electron como mostrado abaixo, e o Electron irá então ler o arquivo e executar seu app.

No macOS:

electron/Electron.app/Contents/Resources/
└── app.asar

No Windows e Linux:

electron/resources/
└── app.asar

You can find more details on how to use asar in the electron/asar repository.

Rebranding with downloaded binaries

Após deixar seu app Electron pronto para usar, você pode querer personalizar os executáveis do Electron antes de distribuí-los aos usuários.

macOS

Você pode renomear o Electron.app para qualquer nome que você quiser, porém você também deve renomear os campos CFBundleDisplayName, CFBundleIdentifier e CFBundleName nos seguintes arquivos:

  • Electron.app/Contents/Info.plist
  • Electron.app/Contents/Frameworks/Electron Helper.app/Contents/Info.plist

Você também pode renomear o app auxiliar para evitar de mostrar Electron Helper no Monitor de Atividade, mas não esqueça de renomear o arquivo executável do app auxiliar.

Veja como ficaria a estrutura de um aplicativo renomeado:

MyApp.app/Contents
├── Info.plist
├── MacOS/
│ └── MyApp
└── Frameworks/
└── MyApp Helper.app
├── Info.plist
└── MacOS/
└── MyApp Helper

Windows

Você pode renomear o electron.exe para qualquer nome que você quiser, além de editar seu ícone e outras informações com ferramentas como o rcedit.

Linux

Você pode renomear o executável electron para qualquer nome que você quiser.

Rebranding by rebuilding Electron from source

Também é possível remarcar o Electron mudando o nome do produto e construindo a partir fonte. To do this you need to set the build argument corresponding to the product name (electron_product_name = "YourProductName") in the args.gn file and rebuild.